domingo, março 12, 2017

Tua cama não faz sentido sem você.

Enquanto o estômago revira,
eu espero amanhecer
alimento a esperança de clarear
levanto mil vezes, só pra voltar a deitar
mas o colchão não me conta
como faz pra esquecer.
Eu só sei chorar.

Cada grito ardido que eu dei
ecoa na minha mente
E eu não vou me perdoar
Então eu sonho que tá tudo bem entre a gente
Só pra chorar mais ao acordar.

Eu só fiz te empurrar
pra esse lugar entre a gente
que eu nunca quis conhecer.
Eu e você, agora somos nós.
Que a gente possa desatar sem se desprender.

Eu ainda me amarro em você.



Nenhum comentário: