sexta-feira, maio 23, 2014

Qualquer coisa entre outras coisas.

Pela primeira vez eu não espero nada.
A liberdade de agir sem ter que transformar tudo em romance é encantadora. A ideia de que eu posso ter uma conversa a qual eu não passei as duas últimas horas idealizando instiga a vontade de falar qualquer coisa só pra gente rir. Não que eu não queira que você me ligue numa tarde vazia, mas de todas as coisas que eu quero essa é só mais uma.
Eu gosto de não ser a garota dos teus sonhos, porque assim eu posso ser quem eu quiser.

Um comentário:

Anônimo disse...

Wowww!