quarta-feira, julho 24, 2013

Paixão Urbana II

Pérolas no esgoto
Borboletas fugitivas
Como todas as garotas engaioladas
e parcialmente incompreendidas.

Senhoras que corroboram a fé do moço da esquina
O despreparado barbudo de botas
perdido no largo da ordem e da derrota
alto e com olhos avermelhados
de quem não fez nada demais.

Ele que é a desilusão da felina
toda tímida e descrente
que vem chapada e elétrica
de alma larga e inconsequente.
Sem posologia adequada
Ela é aguçada e pertinente.

Aqui os jardins são desencantados,
pois o nosso romance é de meio-fio.





Um comentário:

Verônica Hiller. disse...

até parece que eu já vi isso antes.