domingo, maio 01, 2011

Angry Birds

Aquele novo todo
Embrulhado em roxo e morrendo de sono.
A palma da tua mão pegando fogo.
18 dias contra 18 milímetros versus antigos sorrisos.
Um abraço que eu ainda vou precisar te dar.

Pega o teu violão e toca até eu dormir
aqueles riffs todos que ninguém mais gosta,
aquela música que eu não me canso de ouvir.

Eu deveria ter escrito isso ontem.
Quando isso ainda não era isso 
e eu ainda não era sua.

17 comentários:

Felipe Braga disse...

Que bonito!

Três estrofes, tanto significado.

Jack disse...

Que liindo, apaixonei! *__*

Guilherme disse...

O bom do amanhã é que ele, inevitavalmente se tornará hoje!

verônica hiller. disse...

amor é sempre novo, tenha 8 ou 80 anos.

Camila disse...

Muito tempo não vinha aqui, o look esta uma doçura.

béc's. disse...

adorei querida :)

Fernand's disse...

que linda entrega!

Por que você faz poema? disse...

Versos pops, agradaveis, como deve ser uma boa cançao.

Simone Huck disse...

Descobrir o blog foi um achado. Penetrar nas palavras, um reconhecimento.
Sede de mais.
Bjs
S

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

Salve a Poesia! A sua boa Poesia.

Abraços Imundos.

Jorge Pimenta disse...

fernanda,
há melodias que se imortalizam na voz daqueles que a conhecem, mesmo não a sabendo cantar. o modo como discorres em torno dos sentimentos é eminentemente invocativo e quase nada referencial - como a boa escrita, afinal. bravo!
um beijinho!

jennyfer disse...

oie *-*
passando por aqui'
para lhe pedir um favorzinho'
que siga meu blog'
http://jennyferlima.blogspot.com/
sigo de volta'
Bgd desde já .♥

Leonard M. Capibaribe disse...

Gostei muito das suas palavras... parabéns! Estou seguindo seu blog!

Ana Morais disse...

Lindo, doce, entrega apaixonante.
Um grande beijo.

Daniela Filipini disse...

Uau, o que dizer diante disso? Magnífico.

Jose Ramon Santana Vazquez disse...

...traigo
sangre
de
la
tarde
herida
en
la
mano
y
una
vela
de
mi
corazón
para
invitarte
y
darte
este
alma
que
viene
para
compartir
contigo
tu
bello
blog
con
un
ramillete
de
oro
y
claveles
dentro...


desde mis
HORAS ROTAS
Y AULA DE PAZ


COMPARTIENDO ILUSION
FERNANDA

CON saludos de la luna al
reflejarse en el mar de la
poesía...




ESPERO SEAN DE VUESTRO AGRADO EL POST POETIZADO DE MEMORIAS DE AFRICA , CHAPLIN MONOCULO NOMBRE DE LA ROSA, ALBATROS GLADIATOR, ACEBO CUMBRES BORRASCOSAS, ENEMIGO A LAS PUERTAS, CACHORRO, FANTASMA DE LA OPERA, BLADE RUUNER ,CHOCOLATE Y CREPUSCULO 1 Y2.

José
Ramón...

Poetas Insanos disse...

''Aqueles riffs''
Falta apenas os riffs para completar a melodia do teu poema.
Muito bom, um abraço!