sábado, setembro 11, 2010

Like a woman.

Eu mudei e isso é incontestável, mas ao mesmo tempo que mudei algo inexplicável sumiu de dentro de mim. Algo irreconhecível do lado de fora, algo que parecia ser essencial e agora a falta se mostra maleável, eu não sei exatamente o que se foi e que o ficou, mas eu tenho certeza que foi tirado tudo do lugar. As vezes acho que cresci, as vezes acho que chorei e quando eu realmente penso sobre o que vale a pena, me vem aquelas pequenas flores de lavanda na cabeça.  Não que eu conheça seu cheiro, mas dentro da minha cabeça elas cheiram como o paraíso. Exatamente como você. Exatamente como o tom de vermelho nas minhas bochechas, um vermelho tom de bobeira, de piada sem graça da qual todos riram. 
A verdade é que eu finalmente parei de sonhar e passei a acreditar. E isso é sobre ter fé no futuro sem ter certeza de quem estará lá. É sobre parar de achar um plano B e passar a seguir o plano A. É sobre ter certeza que a verdade está no coração e não nos boatos. É sobre precisar da luz dos teus olhos sem deixar ela me cegar. É sobre saber que o mundo não para, mas que haverá sempre tempo suficiente para deixar sua alma chorar, deixar o mundo se afogar nas tuas lágrimas e esperar o Sol nascer pra te acalmar. 


My heart is an empty room with walls of the deepest blue.


19 comentários:

Camilla Lourenço disse...

Nossa, bonito isso...
Seguindo

Patrícia Vicensotti disse...

Oie Fernanda...
Obrigada pelo comentário,pela presença.
Adoro teu blog e tuas postagens.
:)

Mil beijosss!
Ótimo findi *_*

Alice disse...

"É sobre precisar da luz dos teus olhos sem deixar ela me cegar."
São eles que transmitem tudo que o coração sente,nos mostra nitidamente,pena que muitos não dão bolas a eles!

camila souza. disse...

lindo demais isso

gabriela m. disse...

em todos os lugares por onde venho passando encontro a mudança.

os bons ventos me agradam :*

(bom notar que você tem postado com mais frequencia, hihi)

Gean Carlos disse...

"É sobre saber que o mundo não para, mas que haverá sempre tempo suficiente para deixar sua alma chorar, deixar o mundo se afogar nas tuas lágrimas e esperar o Sol nascer pra te acalmar."

eu achei isso de uma perfeição.
lindo, somente isso, lindo!

Maria Fernanda Probst disse...

E, no fim, sempre tem sol.

Tiago Moralles disse...

Que venha o sol.

Jacqueline Strada disse...

"É sobre parar de achar um plano B e passar a seguir o plano A."

Sempre nos paramos e achamos que nunca vai dar certo o plano A que fizemos.
Aquele plano em que era tudo o que queremos. Enfim, ser feliz.
O mundo nos engana tão fácil que já é difícil acreditar que ainda há tempo para ser feliz.

Plano B em cada pessoa é o que não falta. O A raramente foi ultilizado. E eu agradeço por fazer minha parte, porque agora é o plano A que vivo com mais frequencia!

Lindo Fer, adorei *-*

Luiza disse...

que bonito o seu texto, delicado, profundo, reflexivo. gostei, beijos :)

Ana Flávia disse...

Oi Fernanda
Lindo teu blog, a foto do casal do 10 coisas que eu odeio em vc deixou um ar de romance. Lindo mesmo. Adorei oq tu escreveu.Da tanta insegurança em viver sabendo que o mundo não para para nos deixar chorar...Ma enfim, adorei mesmo vou te seguir ok.
Abraço xD

Sara Santos disse...

texto bonito :)
beijinhos!

Gabriela Andrade disse...

Bem bonito o teu texto e o teu blog! (:
Mas vem cá, quando vi a imagem ao lado do Heath Ledger e da Julie Stiles em "10 Things I hate about you" meu coração deu um pulinho de leve. Assisti esse filme umas mil vezes e apesar dos pesares e mais pesares, não me canso não.
Beijos!

Camila Fraga disse...

ah fernanda, obrigada!
muito bom seu texto!

bruna disse...

Achei lindo aqui, e adorei o texto sobre começar a acreditar =)
Seguirei e até mais
Beijos

Patrícia Vicensotti disse...

Isso é maturidade,Fer...

camila souza. disse...

exagero sempre o/

João Lenjob disse...

Todos nós mudamos sempre chérie!!!! Adorei seu blog. Aguardo você no meu.

João Lenjob
http://lenjob.blogspot.com

Alquimia
João Lenjob

Eu tentei fazer-te bem
Fiz-te o universo colorido de versos
E tantas canções como uma magia
Brinquedo de fé e toda alquimia
E vontade era que aceitasses tudo.

Porém, me deixaste no escuro
Com o triste sentimento maduro
Atrás do coração que pensei que era puro
E era a tristeza em riste
Sem aceitação de carinho ou palpite.

Eu queria um comportamento adequado
Com o sorriso felizmente estrelado
Que tua presença fosse sempre constante
Agradecida de pelo menos, minha tentativa
De fazer-te bem, embora não consiga.

bruna disse...

Passei só pra dizer que tem coisa nova no meu blog =)
Beijos