domingo, junho 27, 2010

Gracias.

Eu tive uma ideia que só nasceu porque você nasceu há 20 anos atrás.
Muitíssimo obrigada e que você veja a cidade envelhecer por você.

O sol que nasceu ficou lá por um tempo,
E brilhou como a mente  de um gênio.
Eu vi em teus olhos um rio que corria em desalento.
Mas os dias que te abraçaram te tiraram qualquer tormento
Um dia desses o amor te abraçou como um laço bem feito,
E te prendeu as rédeas de ser apenas você mesmo.

_

Feliz aniversário Lucas Hauptmann!

19 comentários:

Alice disse...

Parabéns !
E a tua forma de declarar foi bela :D

Amanda Arrais disse...

Feliz aniversário, Lucas! haha

"O sol que nasceu ficou lá por um tempo,
E brilhou como a mente de um gênio"

Realmente uma bonita forma de declarar.

PS: Adorei o desenho da P. Sawyer ali do lado *-*

=*

mais amor, por favor. disse...

"Um dia desses o amor te abraçou como um laço bem feito,
E te prendeu as rédeas de ser apenas você mesmo." Lindo, lindo, lindo.
Parabéns pra ele e parabéns também pra ti.
Beijo grande!

Erica Ferro disse...

"E te prendeu as rédeas de ser apenas você mesmo."

Eis uma das melhores prisões.

=**

Sara Santos disse...

eu também, o inverno é muito melhor!

jefhcardoso disse...

Linda homenagem ao Lucas!

Abraço do Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com que ia passando e deixou um abraço.

camila souza. disse...

sim uma hora passa

verônica hiller. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
verônica hiller. disse...

eu queria tanto ter uma irmã igual a essa pra me fazer tal poesia D: L-I-N-D-O!

velocidadesirracionais disse...

quando queremos e gostamos a espera torna-se um simples atalho, fácil de percorrer :)*

Camila Fraga disse...

feliz aniversário, lucas!

Desi disse...

Adorei, Fer! Linda declaração :)

beijoos

cássia vicentin disse...

Que linda homenagem *-*

camila souza. disse...

gostei (:

Daniela Filipini disse...

Que bela homenagem. Gostei muito!

Fabrício Santiago disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através do Blog do Mar Íntimo. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. Estou me aprimorando, e com os comentários sinceros posso me nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs



Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.


Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.


Abraços

http://narroterapia.blogspot.com/

Camila disse...

parabens pra ele (:

gabriela m. disse...

parabéns para ele, então ;)

Adriana Antunes Polak disse...

Que homenagem linda!
Acho o máximo quando passamos o que somos e/ou quem é o personagem...

Hoje consegui ver mais o seu trabalho e mais uma vez parabéns! Me encantei muito.