sexta-feira, junho 18, 2010

Eu posso te amar, por favor?

Não que eu não te queira, eu quero você. 
Mas não te quero assim fácil como um encontro casual. 
Eu quero o drama todo, a história completa.



Matemática simples para casos perdidos:
   
                         Regra No. 1.:

    Você não sabe que eu existo ou talvez só não ligue pra minha existência, mas quando respiro eu lembro de você. E ai eu simplesmente não consigo conter meus lábios e eles se perdem na curva acentuada de um sorriso. E eu só sorrio por você.


13 comentários:

verônica hiller. disse...

AAA-dorei, caralho *-*

Priscila Rôde disse...

"Eu posso te amar, por favor?"

Não peça, ame (mesmo que só) e aproveite.

Beijos

evelyn. disse...

Você pode amá-lo de graça e sem permissão.
(Só não garanto a reciprocidade.)

"Eu sei, é um doce te amar
O amargo é querer-te pra mim."
E viva LH, hihi.

Ana P. disse...

"mas quando respiro eu lembro de você".

Faz um tempo gigante que eu te sigo, nunca comentei, e olha.

OLHA.

Esse post foi tão pequenino e tão tão profundamente tocante que eu precisei passar aqui e dizer: que puxa.

Vi disse...

me lembrou a letra da música "bad romance". é.
se quiser amar, tem que ser por completo. com direito a drama.
adorei.

se cuida :*

gabriela m. disse...

um ótimo motivo para sorrir ;*

Claire disse...

me vi aí, boba por um olhar dele...eu tb clamo pelo drama completo...e muito mais...
adorei

Sara Santos disse...

adorei :)

Daniela Filipini disse...

Belissimo, suas palavras encantam!

Luan disse...

saudade de ficar perdido de amor assim...

saudade msm.

bjao.

Alex disse...

talvez essa matemática tenha mais variáveis...no fim, vale avaliar se existe mesmo chance...e se n existir...certamente será difícil...mas, procure alguém que mereça...

Obs: obrigado pelo coment.

t+

intense life' disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
intense life' disse...

aamei seu brog!
'mas quando respiro eu lembro de você' FODA.