terça-feira, março 10, 2009

Algo mais suave para respirar.

Ela sabia o que fazer mas não o faria, ela tinha a escolha e preferia o beneficio da dúvida.
Ela estava infeliz e tinha medo de ficar pior.
O sol andava apagado, o azul do céu havia desbotado, e o passado se tornou o prefácio de um final falso. Só pra marcar o começo da destruição de outro sonho iluminado.
Mas depois de tanto tempo seu coração já estava pesado de carregar tantas más histórias para contar. Era de matar ver morrer de amor tal moça. E quem a via na rua, só de passagem, já sabia, que tal bela moça sofria pelas escolhas de quem nada sabia sobre sofrer.
E o ar que ela respirava já estava marcado com o cheiro dos amores passados que a haviam também matado, deixado no ar o sabor de um coração sempre despedaçado.
Era sofrer amando ou morrer por nada mais amar. E ela não tinha nada para se se agarrar enquanto o céu ia embora. Ela só tinha memórias das histórias que ela preferia não lembrar.
Ela só pedia por algo mais suave para respirar.
E quando a noite caia, deixava a ela parecer, que ao amanhecer, seria a cura para toda dor, um abraço do bem amado. E que se abrisse os olhos o sol estaria brilhando mais alto, o céu estaria num azul profundo e inalterável, seria belo se não fosse belo demais para ser realizado.
E na manhã então, não havia abraço para curar tal solidão, ele estaria sorrindo e ela não, era injusto por vez saber que se quebrava mais uma vez o sonho que ela fazia por merecer, era fácil perceber que ficava cada vez mais difícil ela para poder dizer que estava tudo bem. Porque na verdade, ela nunca esteve pior. O chão continuava onde estava, só o céu que continuava a ir embora. Ela continuava como estava, mas o ar que ela respirava pouco a pouco a matava. Porque na verdade todo mundo sabe que ela só pedia por algo mais suave para respirar, um outro tipo de droga pra se viciar. Talvez um dia ela dissesse amar.

_

Boa semana.

17 comentários:

Rafaah disse...

Lindo, boa semana. beeijos :*

anna (go to him) disse...

ahh obrigada por ter passado no meu *-*
caramba, você escreve muito bem, lindo o texto, as palavras combinam tipo música *-*
voltarei mais vezes aqui, beijo :*

[M]. Cartágenes disse...

eu acredito que amar é complicado
pq amar requer negar a si mesmo
em prol do outro q se ama
e á gente tenta dar algo q naum temos
ou seja amor
e esperamos q a outra pessoa q amamos tb dê isso
mas essa pessoa tb naum tem
por isso digo q o amor é uma convenção entre duas pessoas
requer maturidade
dedicação
de ambos
por isso
amar mesmo
a gente só ama uma vez
...
você pode ter nascido pra ser amada, mas se você não nasceu para amar, só a o tempo ou dedicação e negação de si mesma irá dizer!

parabéns pelo texto!

B. disse...

Eu to buscando algo mais suave pra respirar,olhando o céu cada dia,e vendo o azul desbotado tomar vida o sol mais iluminado.

Não devemos deixar que dor tome conta de nós e que os outros sejam felizes,enquanto remoemos nossas dores.

Cadinho RoCo disse...

No céu o tempo é outro.
Cadinho RoCo

jgossipgirl disse...

Muito lindo, adoreei o texto. Sei bem como que é, você não está bem, não é?
Porque ultimamente (ou quase sempre) você retrata coisas triste! =(


Beijos!

anna (go to him) disse...

oii, bom como eu gostei do seu blog eu te indiquei pra um selo (:
passa la no meu blog e da uma olhadinha (:

LADY DARK ANGEL disse...

REALEMNTE O TEXTO PARECE UMA AMUSICA
MAS AINDA ESPERO UM TEXTO SOBRE UMA GAROTA MODERNA MISTURADA COM CASTELOS E PRINCESA:)

Duanny!. disse...

amei, como todos os outros!
Luaa, você se supera a cada dia!
=*

errei na mosca disse...

Benefício da dúvida.
Como disse a canção, a dúvida é o preço da pureza e é inútil ter certeza. :)

Faz-se necessário possuir qualquer coisa além do charme, qualquer coisa além da beleza, qualquer coisa de triste, qualquer coisa de se sentir saudade...

Enfim, volte sempre! :)

Polly disse...

Você escreve coisas meio tristes com muita delicadeza, muita....suavidade...
Gosto disso!


(www.pollyok2.zip.net)

Mary West disse...

Falta mesmo um pouco de suavidade, delicadeza em nosso cotidiano. ;)

Valdemir Reis disse...

Muita Paz! Uma águia voando pousa neste interessante e maravilhoso espaço. Estou lhe visitando. Parabéns pelo excelente trabalho desenvolvido. Gostei do tema. Na oportunidade quero de coração agradecer a todos que nos visitam, comentam e seguem, por tudo isto sinto-me honrado e entre amigos. Muito obrigadoooooo.... Estou esperando você e antecipo volte sempre! Votos de grandes realizações e prosperidade. Que as bênçãos divinas nos protejam e ilumine. Tenha um alegre e festivo final de semana. Deixo um abraço fraterno.
Valdemir Reis

A n i n h a a disse...

"Era sofrer amando ou morrer por nada mais amar. "

lindo!
seu texto tá muito intenso, adorei :D

Anaa Bia ;) disse...

Lindo, lindo !
Até me identifiquei um pouco :/

Beeijo ;*

Bill Falcão disse...

Pois é, Lua! Todos nós vivemos esperando algo mais suave para respirar!
Belo título de um belo post!
Bjooooooooooooo!!!!!!!!!!!!

An-dreee-a disse...

Amei o texto.! Lindo.!
Suavidade e delicadeza, não é má ideia.!