sexta-feira, fevereiro 27, 2009

Por assim dizer,

Um dia triste de inverno, de verão,
Num castelo, num porão.
Uma vida inteira cética,
Uma mente completamente aberta,
Sou eu, mundos e fundos de uma indecisão.
De um amor fora do coração
Uma história que decora minha memória
Um céu rubro para meus dias cinza
Nem que seja seguido de uma chuva sem trovão
E não importa a situação,
Repetirei as mesmas palavras...
Em vão ou não,
O futuro me merece melhor,
E o meu pranto derramado,
É o que hoje me faz gozar
De uma lucidez maior...
Mesmo que a insanidade seja seu melhor presente
A vida nos empurra e depois nos dá a mão.
Cabe a nós aceitar a ajuda, ou não.
Meu sorriso é vasta ingratidão,
Minha risada é nítida
Minha voz ecoa ríspida,
Você me vê seletiva,
Eu procuro nem te ver.
Assim eu respeito às memórias
De escolhas antigas,
Minha vida mal vivida,
Hoje eu lembro como uma noite de sono mal dormida.
Estou correndo daqui,
Logo esse cheiro vai estar forte de mais,
E como antes,
Estarei completamente perdida.
(...)

E quando aquele cheiro já havia invadido até o último centímetro de alma que lhe restava, então respirar já não era a melhor opção.
Sem nenhum raio, sem nenhum trovão, a chuva simplesmente só caia, apodrecendo tudo aquilo que um dia ela considerou impermeável. O mundo permaneceu calado enquanto ela gritava para todos o seu estado.
Não houve resultado.
E ainda não se sabe se o seu coração havia sido curado.

13 comentários:

Rafaela disse...

Lindo poema/poesia.
Faz o meme também :)
beeijos :)

LADY DARK ANGEL disse...

OIE
GOSTEI DA VISITA
E DO POEMA
FAZ UM POEMAS DA PROXIMA VEZ COM PRINCESA
MAS TIPO MODERNO SACA UM CASTELO SUA CASA
UMA PRINCESA UMA GAROTA COMUM
SÓ SE VC PUDER
BJOKAS

Camila :) disse...

A vida nos empurra e depois nos dá a mão.
Cabe a nós aceitar a ajuda, ou não.

cooncordo,temos de estar atentos


bejoos

jgossipgirl disse...

Lindo o poema, a ultima parte então, maravilhosa! =D
Adoreei, voce sempre escreve com muita verdade Lua, gosto disso! =D

Beijos!

Flávia Batista disse...

lindo texto...

amei isso aqui "A vida nos empurra e depois nos dá a mão"

demais

bjs

Sammyra Santana disse...

menina que lindo tudo isso que vc escreveu!
sorvi cada letrinha e saboreei o sentimento impregnado nelas!
Beijo!
to te seguindo!

[M]. Cartágenes disse...

Opa!
Seu blog foi homenageado no "Seco/sarcástico Simpático" com o SELO CONECTOU, BLOG NOTA 10! Passa lá e dá uma olhada, abração!

Querido Diário Otário disse...

Adorei a poesia.
'De um amor fora do coração' - Combina comigo :3
Obrigada pelos Parabéns,

Beijinhos ;*

Polly disse...

Você escreve coisas lindas! Parabéns meeeeeeeeesmo!

(www.pollyok2.zip.net)

Duanny!. disse...

ahh que lindo *-*
adoreeei. Seu jeito de escrever é encantador.


;D

Mary West disse...

Muito profundo o texto e de uma verdade incrivel. ;)

An-dreee-a disse...

Amei o poema!

A vida nos empurra e depois nos dá a mão. Cabe a nós aceitar a ajuda, ou não. [2]

Profundo... rs.!

Beeeiijão = *
An-dreee-a.!

A n i n h a a disse...

"A vida nos empurra e depois nos dá a mão.
Cabe a nós aceitar a ajuda, ou não."


Meeuu
que escândalo de poesia *-*
amei amei ameei

beijos linndona