quarta-feira, janeiro 21, 2009

Não chore

"Eu se eu pudesse realizar um desejo?"
"Você não pode."

Elas não foram muito longe naquela discussão. Naquela noite ela não estava afim de ouvir muitas verdades, pois naqueles tempos difíceis, elas vinham com as pontas mais afiadas do que nunca.
Então ela se deixou ir embora com a lua, com o vento e com a nostalgia de tempos melhores.
Ela chegou em casa e sentou-se no pé da porta de pernas cruzadas.
Acendeu um cigarro e ficou vendo as memórias queimarem ali, enquanto ela se afogava nas lágrimas que não deixava cair.
Continuou ali sentada madrugada a dentro, era como se esperasse o cavalo branco com o príncipe encantado, ou talvez só um precipício pra pular. Talvez só pra provar do medo. Talvez só pra acabar. Ela não sabia ao certo. E ela não queria dormir. Nunca teve medo de escolher ir fundo nas coisas e ela nunca se arrependeu de seus sofrimentos. "Talvez seja isso que falte nos outros seres humanos," pensou ela, "um pouco de coragem para sofrer."


E quando tudo que você constrói desaba?
E quando aquilo que você amou acaba?
Talvez seja cedo demais pra deixar sua vida nublada.

Desaparecer não vai ajudar.
Só porque quem você ama não vem a te amar,
Não significa que o sol não irá voltar.

Não é certo manter as asas sempre tão caídas.
Isso que você vive não é vida.
E se mantenha sóbria para a próxima partida.

Esqueça as regras.
Pois tudo que precisa saber agora.
É que o sol só volta pra ir-se embora sem demora.

Ache a sua lua.
Ou morra esperando pelo sol eterno.

16 comentários:

Bell Bastos disse...

Cara, adorei esse texto da Lucy, lindo mesmo.

Um amor não correspondido doi, mas não é o fim do mundo. Bola pra frente. =D

________________________

Contagiante demais esse vídeo né não? Danãr sempre é bom, faz bem pro corpo e pra alma.

Rafaah disse...

Lindo esse texto
beeijos :*

Aura Sacra Fames disse...

Qual o sistema polítco da sua preferência? Por quê?


Abraços
aurasacrafames.blogspot.com

Camila :) disse...

E quando aquilo que você amou acaba?
caracas isso me tocou taao fundoo :( seei laah coisa loca neh hehe

bejoos

Suellen disse...

Ah amei a história da Lucy, acho que encarar nossos sentimentos talvez sejam ir atrás de nossos verdadeiros sonhos!

beijo, ótimo espaço esse

Mary West disse...

Preciso aprender com a Lucy.

Bell Bastos disse...

*____*

Muuuito obrigada por se tornar uma acompanhante do meu blog! =D

J. F.r.a.n.c.o! disse...

Ameei o texto, muito lindo. Acheei tãao legal a parte do

'- E se eu pudesse realizar um desejo?
- Você não pode."

Fodds! *o*
O poema parece uma musica? De quem que é?

BeijOs!

Juliana Lima disse...

Adorei seu texto. Realmente a pessoa tem que ter coragem de encarar e superar seus sentimentos.
Beijocas queridona

Bruna Bo disse...

Entendi, UHAUIHSIHAHS
Borboletas nunca mais então...

Tem um selo pra você! Dá uma lida nas regrinhas antes. ;D

LADY DARK ANGEL disse...

não importa enkuanto pedaços o seu coração se parta
o mundo nao para ,para q vc o conserte.
e de william shakespeare
gostei me visite
bjos

givethat_up disse...

estou muito orgulhosa de saber que uma das minhas escoteiras escreve tão bem. lindos poemas e crônicas. parabéns fer..adoro.

beijos da ch. ju

jujudeblu disse...

Obrigada pela sua visita!
Seu blog também é legal, voltarei aqui mais vezes...
:~)

Gossip Girl disse...

Que lindo esse texto =,)

Amei o seu blog *-*

Não estou conseguindo te acompanhar. Qual o problema? o.o

Bjxx

Para você que me ama,

Gossip Girl ;D

Bill Falcão disse...

A conclusão me parece correta, usando a metáfora do sol, que sempre vem, mas sempre vai.
Bjoooooooooo!!!!!!!

Aliz - jornALIZta disse...

Nossa, estou admirada! Com tão pouca idade você já escreve tudo isso? Não é o escrever, em si, que me causa tanta admiração (embora isso também seja um ponto forte em você), mas os sentimentos que você exterioriza por meio das palavras, o que não é tão simples assim. Brilhante, parabéns! Vou visitá-la sempre, viu mocinha!

Beijinhos